BLOG
4 DE setembro DE 2015 | Today's Outfit | NO COMMENTS

Hi, Buddies,

Feriadão bom chegando, né?! Estou bastante animado, mesmo com a chuvinha que está caindo aqui em São Paulo.

Como vocês estão percebendo, eu sou um apaixonado pelo mundo das “duas rodas”. Engraçado porque, até ano passado, eu nem sonhava em ter uma scooter. E foi numa viagem para a Itália durante as semanas de moda internacionais que comecei a observar que todo mundo por lá se locomove com uma numa facilidade que pensei: “porque não?”.

Foi chegar no Brasil para, em uma semana, vender meu carro e adquirir uma motoca. E olha que, até comprá-la, eu nunca havia dirigido uma… Daí, fiz auto escola, tirei carteira e pronto, comecei a percorrer a cidade rapidinho. É claro que a atenção é redobrada pois o transito em São Paulo não é nada fácil. Mas, a sensação de andar pelas ruas com ela somado à fatores como agilidade, economia – gasto R$ 15,00 para encher seu tanque de 6 litros, rodando 30km/L, faz com que todo esforço valha a pena.

É isso!

TODAY’S OUTFIT #628

Créditos:

Óculos: Dior Homme

Trench Coat: Zara

Camisa: Tombolini

Calça: Gant

Sapatos: Gucci

Bolsa: Valentino

Chaveiro: Fauré Le Page

Pulseira madeira: Mango

Relógio: Drizun

Pulseira elos: Mônica Caetano

Pulseiras Espinélio verde e Safira: Mônica Caetano

Pulseira elos: Mônica Caetano

Pulseira couro: Antônio Bernardo

Pulseira Bulgari

Riviera: Priya

Fotos/Photos: Arthur Vahia

PS.: Follow me on Facebook + Twitter + Instagram + Pinterest

Follow my blog with Bloglovin

FACEBOOK INSTAGRAM
 
 
3 DE setembro DE 2015 | BKFWTOUR, Street Style | NO COMMENTS

BKFWTOUR: STREET STYLE MILANO MODA UOMO - S/S 2016

2 DE setembro DE 2015 | Vídeo | 2 COMMENTS

BLOG DO KADU: WEB SÉRIE BKFWTOUR - LONDRES - EP. 01

Hi, Buddies,

Está no ar o primeiro episódio da web série que gravamos pelas semanas de moda masculina européias. Minha primeira parada foi em Londres, Inglaterra, para conferir de perto a London Collections: Men, a temporada de moda masculina da “terra da Rainha”!

Não deixe de acessar meu canal no YouTube: www.youtube.com/blogdokadu e inscreva-se para ficar por dentro de todas as novidades que estão por vir!

Comente, deixe sugestões, críticas, perguntas… Vou adorar construir meu novo canal com a ajuda de vocês.

Play pra ver!

2 DE setembro DE 2015 | Editors' Picks | NO COMMENTS

EDITORS' PICK: MONTBLANC MEISTERSTÜCK BLUE HOUR

Hi, Buddies,

Tem novidade boa para os amantes de instrumentos de escrita. Apesar de ser um ávido por tecnologia, eu continuo ainda agarrado nas anotações com papel e caneta, andando, acreditem se quiser, até hoje com uma agendinha comigo. Rs…

Aí imaginem que, além de adorar uma boa caneta, a Montblanc ainda me lança uma na minha cor favorita: azul. A coleção Montblanc Meisterstück Blue Hour foi buscar inspiração na mágica Blue Hour ou Hora Azul.

Pra quem nunca ouvi falar, eu explico. A “Hora Azul” é um curto período de tempo, porém maravilhoso, antes do nascer do sol e característico pela coloração azul do céu enquanto o sol está abaixo do horizonte. Muito bem observado nos países europeus, a duração deste período de luz varia e é excelente principalmente para fotografia. 

Blog do Kadu - Montblanc Meisterstuck Blue Hour

A Blue Hour em Paris… Coisa linda!

A Montblanc, esperta que só, observou nesta coloração especial a possibilidade de criar uma coleção especial e, violá! Nasceu a Montblanc Meisterstück Blue Hour, produzida com um precioso produto, o Solitaire azul laqueado e com acabamento em platina.

Bom, acho que eu nem preciso dizer que os instrumentos de escrita Montblanc possuem qualidade ímpar, materiais muito especiais e que até sua letra fica mais bonita, pois vocês já sabem, né? Rs…

Nesta coleção encontram-se disponíveis as linhas Meisterstück Solitaire, Meisterstück Solitare Doué, nas versões rollerball e tinteiro, e ainda a edição Skeleton 149. Quero todas!

#FicaADica

2 DE setembro DE 2015 | Today's Outfit | 3 COMMENTS

Hi, Buddies,

Dando continuidade no assunto bolsas, hoje vou falar um pouco sobre a capanga. Quem acompanha o blog, sabe que sou adepto de todos os tipos de bolsas masculinas, entre elas, mochilas, totes, shop bags, entre inúmeras outras… Porém, a capanga é uma das minhas favoritas.

Pra quem não a conhece, a capanga nada mais é do que um tipo de carteira de mão para os homens, geralmente em couro e em formato retangular, que teve seu auge nos anos 1970. Pode perguntar para o seu avô, com certeza ele usou uma.

Quando precisamos sair de casa somente com smartphone, carteira, óculos e chaves, bolsas maiores, ou até mesmo mochilas, podem ser substituídas por ela, já que possuem o tamanho ideal para carregar estes itens.

São práticas, chiques e, apesar de não serem muito vistas nas ruas do Brasil desde os anos 1990, ela é sinônimo de elegância e nunca saiu da linha de produtos permanentes de marcas como Louis Vuitton, Cartier e Montblanc.

Hoje, elas estão presentes nos editoriais de moda, sites de streetstyle, desfiles internacionais, e aqui no blog, claro!

Portanto caro leitor, invista já neste acessório!

Quem aí já é adepto da capanga?

TODAY’S OUTFIT #627

Créditos:

Óculos: Salvatore Ferragamo

Casaco: Osklen

Camiseta: H&M

Calça: Topman

Meias: Happy Socks

Sapatos: Cavalera

Capanga: Montblanc

Pulseira “Pai Nosso”: acervo

Relógio: Montblanc

Pulseira elos: Mônica Caetano

Pulseira colorida: Prada

Pulseiras Espinélio verde e Safira: Mônica Caetano

Pulseira elos: Mônica Caetano

Pulseira couro: Antônio Bernardo

Pulseira “Medalha Milagrosa”: Guerreiro

Riviera: Priya

Anel: Maxior

Fotos/Photos: Arthur Vahia

PS.: Follow me on Facebook + Twitter + Instagram + Pinterest

Follow my blog with Bloglovin

1 DE setembro DE 2015 | BKVIAJA | NO COMMENTS

BKVIAJA – ÍNDIA – UDAIPUR

Hi, Buddies,

Vamos para a terceira parte da minha fascinante viagem à Índia!

Saímos de Jodhpur rumo a Udaipur logo após o café da manhã, por volta das 8h. Esta foi a viagem mais longa a cansativa de toda nossa andança pela Índia. No meio do caminho, para para visitar um verdadeiro esplendor arquitetônico chamado Ranakpur. Todo em mármore, trata-se de um templo Jainista, religião fundada no sec VI , baseada na vivência da não violência, em relação a todos os seres vivos. TODOS mesmos, até os insetos…

Chegamos em Udaipur no final da tarde, por volta das 17h. Apesar do cansaço, assim que descemos do carro tive a certeza de que aquele seria meu palácio favorito…

Jag Niwas, ou Palácio do Lago, é um palácio de verão construído no século XVIII pelo maharana Jagat Singh. O edifício encontra-se numa fundação natural constituida por um rochedo de 16,000 m² na ilha do mesmo nome no Lago Pichola. Atualmente, conhecido como Taj Lake Palace Hotel, possui 83 quartos e suites com paredes de mármore branco. Para chegar ao hotel, é preciso um barco que transporta seus hóspedes a partir de um cais no Palácio de Udaipur.

Tudo é majestoso e absurdamente lindo. Assim que pegamos o barco que nos levou até o hotel já comecei a me sentir dentro de um filme. E por falar em filme, quem curte a série James Bond deve se lembrar que este palácio foi o elemento central no filme Octopussy. Curiosidades a parte, sua fachada de mármore branco demonstra bem as suas influências Mughal. Na parte de dentro, toda a beleza e arquitetura que só a Índia consegue ter, com pequenos pátios floridos, fontes e jardins. As áreas públicas do Taj Lake Palace são mobiladas com antigas peças rebuscadas Rajasthani. Luxo na medida certa!

A minha suíte foi uma atração a parte! Abaixo apenas de presidencial, deveria ter mais que 100 m², ou seja, maior que meu apartamento. Com pé direito altíssimo, as paredes possuíam elefantes entalhados no mármore e uma varanda privativa para ver as apresentações de dança durante a noite.

Claro que não poderia faltar restaurantes fabulosos! O Pontoon pode providenciar refeições privativas em uma plataforma flutuante, enquanto no Gangaur é possível saborear refeições em pequenos barcos, com pratos preparados em uma cozinha aberta flutuante. Além disso, o Bar Amrit Sagar oferece diversos tipos de charutos, sheeshas e vinhos.

Sem sombra de dúvidas, o Taj Lake Palace foi meu hotel favorito por vários motivos. Confira nas fotos abaixo todos eles!

BKVIAJA – ÍNDIA – UDAIPUR

Bom, se o Taj Lake Palace era a residência da verão da família real de Udaipur, imaginem o palácio que era – e continua sendo – a residência oficial.

Conhecido como o segundo maior palácio da Índia, o City Palace, fica bem em frente ao Taj Lake Palace, na margem leste do Lago Pichola. É uma combinação facinante da arquitetura militar raiput, com técnicas decorativas do estilo mogol. Sua fachada austera como a de um forte  tem por cima diversos balcões, cúpulas e torres. Maior palácio do Rajastão, cobre uma área de 20.000 m2, sendo um conjunto de palácios construídos ou acrescentados  por 22 Maharajas, num reinado contínuo, entre os séculos XVI e XX. Apesar de boa parte ter se transformado em um museu, a família real ainda mora nos domínios do palácio.

A parte mais antiga do complexo data de 1.568. Por trás do muro fortificado há um labirinto de aposentos reais, salões de recepções e pátios. Tudo interligado por passagens estreitas e lances de escadas – uma característica dos palácios rajputs desse período, com o propósito de confundir os invasores.

No seu interior, é curioso observar que os aposentos dos Maharajas e de seus familiares eram pequenos por serem baixinhos. O museu ainda conta com pinturas das atividades palacianas, salões de conferência, cozinha e tudo mais que fosse necessário para uma vida luxuosa.

Uma experiência única a inesquecível!

Quero voltar logo…

1 DE setembro DE 2015 | Today's Outfit | ONE COMMENT

Hi, Buddies,

Eu sempre bato na tecla de que homem tem que usar algum tipo de bolsa não importando o modelo. Vivemos em 2015 e estamos mergulhados numa infinidade de gadgets como smartphones, laptops, tablets, kindle, fios para carregar toda esta parafernália, além de carteira, chaves, óculos, agenda, caneta e etc.

Bom, então essa parte acho que vocês já entenderam, né?

Um tipo de bolsa que os homens aceitam bem por aqui são as mochilas masculinas. De fato ela é prática, dinâmica, cabe um monte de coisas e ainda deixa as mãos livres. Porém, é preciso saber escolher a mochila certa para não fazer feio. Nada pode ser mais estranho do que um homem com traje de trabalho social usando uma mochila de academia, ou então, uma daquelas coloridas – que eu adoro – porém que compromete a sua aparência se usado na hora errada.

Por isso, a minha sugestão é que você invista em uma que realmente ajude a passar uma imagem correta principalmente no ambiente de trabalho. Acredite em mim, se você for a uma reunião importante com uma mulher, pode ter certeza que ela vai reparar na usa mochila “feia” e comentar nem que seja com as outras colegas. Hahahahahaha… Brincadeiras à parte, a de couro preta e lisa é uma ótima opção pois não compromete em nada o seu estilo e pode ser usada em diversas ocasiões, como neste look mais casual. Você não precisa ter várias para impressionar, apenas uma certeira.

É isso!

TODAY’S OUTFIT #626 - MOCHILAS MASCULINAS

Créditos:

Óculos: Dior

Sweater: Gant

Calça jeans: Raf by Raf Simons

Boné: H&M

Sapatos: Rainha System

Relógio: Rolex

Mochila: Montblanc

Pulseiras Espinélio verde e Safira: Mônica Caetano

Pulseira elos: Mônica Caetano

Pulseira couro: Antônio Bernardo

Riviera: Priya

Anel: Maxior

Fotos/Photos: Arthur Vahia

PS.: Follow me on Facebook + Twitter + Instagram + Pinterest

Follow my blog with Bloglovin

31 DE agosto DE 2015 | Lifestyle | ONE COMMENT

BLOG DO KADU - LIFESTYLE: LAPINHA SPA

Hi, Buddies,

Semana passada, após nosso evento em Curitiba, o F*Hits Fashion Day – confira como foi AQUI – fui para o Lapinha Spa, o primeiro Spa médico do país. Localizado em uma fazenda de 550 hectares, o Lapinha Spa fica na região rural da cidade de Lapa, a aproximadamente 85 km de Curitiba.

O Lapinha tem uma história curiosa. “Fundado pela brasileira descendente de alemães, Dona Margarida Bornschein Langer, que em uma visita médica à Suíça, na década de 1950, experimentou a cura por meio da terapia naturista. Retornando ao Brasil, ela decidiu criar um espaço onde as pessoas pudessem combater doenças com a força da natureza e adquirir hábitos saudáveis de vida. Assim, em 1972 nasceu o Lapinha.”

Confesso que fui meio receoso… Sabem como é, nunca havia ido para um e, pelas histórias que sempre escutei de outros spas, pensei: “o que vou fazer lá?”

Cheguei no Lapinha Spa na madrugada de segunda para terça, por volta das 2h da manhã. Desci do carro, entrei no quarto e desmaiei. Porém, notei que não havia televisão… Bom, lá pelas 7h, como sempre, eu acordei, troquei de roupa e fui para o refeitório. Ao sair do meu quarto que, diga-se de passagem, era um dos melhores do Lapinha (Uhuuuu), percebi que estava num lugar MARAVILHOSO, no meio de uma área linda de mata de araucárias.

Assim que entrei na recepção, comecei a observar a pegada “natureza” do lugar pois havia uma mesa com vários tipos de chás e água – é terminantemente proibido consumir refrigerantes, açúcar, sal e adoçantes – que ficavam a nossa disposição. Nunca tomei tanto chá… Rs!

Já no refeitório para tomar meu café da manhã – ah, sim: cada um tem sua mesa com nome escrito numa plaquinha – sentei-me e… Todo mundo começou a rezar antes de comer. Achei bonitinho, já que gratidão não faz mal a ninguém. Segui para a avaliação com um dos médicos do Lapinha Spa e comecei a entender o lugar. Um dos objetivos de lá é ensinar aos hóspede a organizar e respeitar seus horários biológicos e, deste modo, adquirir hábitos de vida saudáveis. Seguindo esta meta, todos os alimentos servidos são cultivados na horta da própria Lapinha e são colhidos poucas horas antes do consumo. A gastronomia ovo-lacto-vegetariana é incorporada à alimentação orgânica, o que promove não só a reeducação alimentar, como ainda desintoxica o organismo.

Como já estava seguindo uma dieta, fiquei preocupado se haveria a possibilidade de adaptá-la para os meus dias no Spa. Preocupação boba, é claro que o médico combinou com a nutricionista e tudo foi perfeitamente adaptado.

BLOG DO KADU - LIFESTYLE: LAPINHA SPA

Logo após minha avaliação, conversei com a nutricionista e marquei uma massagem. Na volta para o refeitório (já era quase meio dia, hora do almoço), encontrei com um senhor muito simpático, o Dieter, que, mais tarde, descobri ser o filho da fundadora do Lapinha Spa.

O cardápio é altamente desintoxicante. Muita fruta (a linha terapêutica de lá crê que se come muito menos se começar a refeição com frutas porque a taxa de glicose aumenta e, automaticamente, a fome diminui), verduras e legumes deliciosos e saborosos e zero carne. Apesar de ser um “carnívoro” de mão cheia, confesso que não senti falta alguma de carne. Preciso dizer também que os morangos de lá são os melhores que já comi, tanto que comprei 2 kg. Rs! Sim, os produtos do Lapinha podem ser adquiridos por preços ótimos.

Final do almoço, hora de começar os exercícios na academia com projeto sustentável. Além dela, existem outros espaços que me deixaram impressionados, como piscina externa multifuncional e a moderna Clínica Bem-Viver, que reúne acompanhamento médico, estético e programas de relaxamento com equipamentos de alta tecnologia. Outra curiosidade é tanque de Kneipp, o primeiro indoor do país para tratamento hidroterápico, que intercala água quente e fria com beneficio da circulação sanguínea e equilíbrio da temperatura corporal.

A ideia do Lapinha Spa é que você consiga desconectar do mundo, já que celulares não pegam e a internet é bastante limitada. O contato com a natureza é tão intenso que você começa a de fato refletir sobre o mundo maluco em que estamos vivendo. Como sou de Alfenas, sul de Minas, sempre tive bastante contato com este universo devido ao fato da história da minha família que, durante muito tempo, foi cafeicultora. Portanto, cresci em meio ao verde e aos animais e, por isso, o Lapinha lembrou-me muito a minha infância e adolescência na Fazenda Maracanã.

Passeios de bicicleta, corrida, treinos com personal trainer, caminhadas de 9 km, hidroginástica, aulas de dança, massagens – aliás, a thailandesa é SENSACIONAL, entre outras centenas de atividades fazem parte do cardápio para alcançar o bem-estar.

Outro destaque especial é a visita a horta e ao pomar. É possível conferir de perto todo o plantio e ainda saborear morangos no pé. Algo simples, porém superespecial.

Espero voltar em breve para ficar pelo menos uma semana e rever toda a equipe do Lapinha Spa, que é nota mil! Já com saudades desse paraíso…

Confira mais algumas fotos abaixo!

31 DE agosto DE 2015 | Today's Outfit | NO COMMENTS

Hi, Buddies,

O costume ou terno marrom, que fez muito sucesso no passado, está querendo voltar, conquistado homens mundo afora e derrubando aquele conceito de cor antiga que dá aparência de “velho”. Todo esse movimento é por causa da tendência dos tons terrosos, que já expliquei por aqui.

Uma das vantagens dos costumes e ternos marrons, principalmente para nós que moramos num país tropical, é justamente o fato que seu tom mais ameno ajuda a suavizar o efeito da temperatura. Porém, basta uma simples mudança no tecido pra transformá-lo num item com a cara do inverno.

O bacana é que você pode usá-lo em diversas ocasiões, desde o ambiente de trabalho até um casamento durante o dia ou no campo. Só tente evitá-lo em em situações onde o traje precise ser mais social. Durante a noite, se for um tom mais escuro, ele está liberado.

O terno marrom já virou até título de livro famosa. Agatha Christie publicou, em 1924, um romance policial chamado The Man in the Brown Suit, ou “O homem do terno marrom”. Bacana, né?

Alguém aí já leu este livro?

TODAY’S OUTFIT #625 - TERNO MARROM

Créditos:

Bicicleta: Gant

Óculos: Oxydo

Broche: H&M

Costume: Zara

Lenço: Louis Vuitton

Camisa: Tommy Hilfiger

Cinto: Ralph Lauren

Sapatos: Raphael Steffens (compre aqui)

Relógio: Montblanc

Pulseira laranja: Bottega Veneta

Pulseiras Espinélio verde e Safira: Mônica Caetano

Pulseira elos: Mônica Caetano

Pulseira couro: Antônio Bernardo

Riviera: Priya

Anel: Maxior

Fotos/Photos: Arthur Vahia

PS.: Follow me on Facebook + Twitter + Instagram + Pinterest

Follow my blog with Bloglovin

29 DE agosto DE 2015 | News | NO COMMENTS

BLOG DO KADU: F*HITS FASHION DAY

Hi, Buddies,

Quem me acompanha pelo Instagram, pôde conferir que esta semana estive em Curitiba para uma ação muito especial: O F*Hits Fashion Day!

F*Hits Fashion Day foi uma série de ações entre as lojas do Park Shopping Barigüi, os consumidores, e nós, bloggers da rede F*Hits, que demos dicas e consultoria sobre moda e estilo de maneira descontraida e bastante próxima de todos que passaram pelas lojas participantes em que estávamos, como a MontblancDiesel, Calvin Klein e VR.

Nossa chegada à capital paranaense foi em grande estilo! Assim que desembarquei no aeroporto, havia um motorista e uma BMW fantástica da Euroimport me esperando e que ficou inteiramente a minha disposição durante os dias em que estava na cidade. Vale ressaltar que os motoristas eram além de educados, muito simpáticos e atenciosos. Chique!!

Como se não bastasse toda esta mordomia, ainda fiquei hospedado na Hotel Nomaa, o mais novo e incrível hotel boutique da cidade! Gente, de verdade, o hotel é maravilhoso, cheio de obras de arte e com uma decoração para lá de cool. Os quartos são uma atração a parte, com uma cama que te abraça, sabem como?! A única tristeza foi o fato que fiquei hospedado lá só um dia. Mas, tudo bem, já já eu volto e fico mais. Rs…

Após um sono delícia, hora de acordar cedo e seguir para o Park Shopping Barigüi, já que fui um dos bloggers selecionados para abrir o primeiro dia do F*Hits Fashion Day. Essa ideia genial nasceu das mentes criativas de Alice Ferraz e Carol Quinteiro, responsáveis pelo F*Hits.

Foi DEMAIS e já estou preparado para novas ações como esta, que deve chegar em breve em outras cidades. Dedos cruzados!

Ah, sigam “meus passos” abaixo e entendam como foi o F*Hits Fashion Day.

BLOG DO KADU: F*HITS FASHION DAY

 

Fotos: Naideron Jr.