BLOG

Hi, Buddies,

Nem acredito que já estou no avião voando pra casa… Isso mesmo, neste exato momento estou na Business Class da Turkish Airlines escrevendo este post pra vocês. Além de todas as comodidades incríveis que a business da Turkish oferece – destaque para a comida e as sobremesas turcas – desde o ano passado é possível viajar conectado com internet rápida no computador ou celular. Demais, né?

Para os viajantes da business a internet já esta inclusa. Mas, se você optar pela Classe Confort ou pela Classe Econômica, também pode ter este privilégio. Existe duas opções, $9,90 por uma hora e $14,90 por 24h. Garanto que vale muito a pena, ainda mais se for voo diurno. Comodidades que amamos! Acesse o site e saiba mais: Turkish Airlines!

O look de hoje esta do jeito que eu gosto, bem clássico! Como eu adoro a alfaiataria italiana. Prestem atenção nos detalhes deste terno. Além de ser um “three pieces“, ou seja, composto por calça, colete e blazer, ele ainda tem características bem singulares e que caraterizam o corte italiano como: ser acinturado, possuir mangas estreitas, mais justo no peito, porém não grudado ao corpo, a calça tem o cós mais baixo, mais seco nas coxas, lapelas largas em formato notched e cintura do paletó mais justa.

É isso!

Have a nice day!

TODAY'S OUTFIT #599 - PARIS

Créditos:

Óculos de sol: Dior

Óculos de grau: Saint Laurent Paris

Terno: Tombolini

Gravata: Tombolini

Lenço de bolso: Zara

Camisa: Tombolini

Cinto: Ralph Lauren

Tênis: Cos

Pasta: Montblanc

Relógio: Cartier

Pulseiras Turquesa e Onix: Mônica Caetano

Riviera: Priya

Pulseira olho grego: LeMi

Pulseira couro: Antonio Bernardo

Pulseira cruz: Pianegonda

Anéis: acervo 

Fotos/Photos: Arthur Vahia

PS.: Follow me on Facebook + Twitter + Instagram + Pinterest

parisSELO

FACEBOOK INSTAGRAM
 
 
2 DE julho DE 2015 | BKFWTOUR, Today's Outfit | NO COMMENTS

Hi, Buddies,

Mal acabou esta temporada de moda e já estou pensando na de Janeiro de 2016. Também, o tempo passa tão rápido que, quando eu menos esperar, pronto! Lá vai o BKFWTOUR começar outra vez. Entre desfiles e apresentações, foram mais de 90 compromissos fashion. Isso sem contar todos os estandes que visitei na Pitti Uomo.

Com certeza este foi o meu recorde em semanas de moda. O que me deixa muito feliz e honrado, uma vez que não foi fácil conseguir meu espaço no mundo da moda masculina internacional.

É empolgante ver como a moda masculina no mundo esta crescendo muito rápido, principalmente na Ásia. Sim, o consumo de países como China, Japão, Singapura e Índia, por exemplo, é a engrenagem fundamental para fazer esta roda girar. Nas semanas de moda por aqui, a comitiva asiática, composta por jornalistas, clientes e “amigos da marca” é, desperada, a maior de todos os continentes. Só para vocês terem uma ideia, no desfile da Balmain, eles tinham um lugar completamente separado – e privilegiado – na sala.

Hoje, o mercado de moda masculina cresceu a ponto de representar 50% do mercado mundial do luxo. Isso fez com que ela se tornasse tão relevante a ponto de ter as fashion weeks separadas das femininas. Legal, né?

Bom, ainda tem muito conteúdo bacana pra subir por aqui, inclusive os inúmeros vídeos que fiz para mostrar todos os detalhes desta minha jornada pelas fashion weeks européias. Logo, logo estará tudo no ar!

Stay tuned!

TODAY'S OUTFIT #598 - MILÃO

Créditos:

Óculos: Ótica Ventura

Smoking: Diesel Black Gold

Lenço: acervo

Lenço de bolso: Zara

Camisa: Dudalina

Cinto: Gant

Tênis: Cos

Pasta: Montblanc

Relógio: Cartier

Pulseiras Turquesa e Onix: Mônica Caetano

Riviera: Priya

Pulseira olho grego: LeMi

Pulseira couro: Antonio Bernardo

Pulseira cruz: Pianegonda

Anéis: acervo 

Fotos/Photos: Arthur Vahia

PS.: Follow me on Facebook + Twitter + Instagram + Pinterest

milanoSELO

1 DE julho DE 2015 | Sem categoria | NO COMMENTS

Hi, Buddies,

Uma das coisas mais legais do Europa é o fato de poder viajar de trem de uma cidade para outra ou de um país para o outro. É fácil – você pode chegar na estação 5 minutos antes da partida; rápido – eles podem alcançar a velocidade de 350 km/hora; prático – é possível comprar o bilhete dentro do trem após a partida; e barato – os bilhetes custam em média 50 Euros. Todo mundo usa sem o menor problema o serviço férreo, do mais rico ao mais humilde.

Todas as vezes que venho para as semanas de moda faço o trecho Milão-Paris de trem. A viagem é longa, dura em média 7 horas. Mas, é um lugar onde consigo relaxar, contemplar as paisagens. Além disso, esqueço um pouco da correria que é a minha vida nestas semanas. Ah, além disso, não preciso pagar por excesso de bagagem, já que viajo com 3 malas Le Postiche com 32 kg cada. Rs…

Na sua próxima viagem a Europa, experimente viajar de trem. Você vai adorar!

É isso!

TODAY'S OUTFIT #597 - MILÃO

Créditos:

Óculos: Dior

Blazer: acervo

Regata: H&M

Calça: Cos

Cinto: Gant

Tênis: Raphael Steffens (compre aqui

Pasta: Montblanc

Mala: Le Postiche

Relógio: Cartier

Pulseiras Turquesa e Onix: Mônica Caetano

Riviera: Priya

Pulseira olho grego: LeMi

Pulseira couro: Antonio Bernardo

Pulseira cruz: Pianegonda

Anéis: acervo 

Fotos/Photos: Arthur Vahia

PS.: Follow me on Facebook + Twitter + Instagram + Pinterest

milanoSELO

29 DE junho DE 2015 | BKFWTOUR, Today's Outfit | NO COMMENTS

Hi, Buddies,

Texto formidável de Ruth Manus, do blogs do Estadão. Precisei compartilhar com vocês pois expressa um pouco o que sinto quando fico tanto tempo fora de casa. Enjoy!

“O alto preço de viver longe de casa”

“Voar: a eterna inveja e frustração que o homem carrega no peito a cada vez que vê um pássaro no céu. Aprendemos a fazer um milhão de coisas, mas voar… Voar a vida não deixou. Talvez por saber que nós, humanos, aprendemos a pertencer demais aos lugares e às pessoas. E que, neste caso, poder voar nos causaria crises difíceis de suportar, entre a tentação de ir e a necessidade de ficar.

Muito bem. Aí o homem foi lá e criou a roda. A Kombi. O patinete. A Harley. O Boeing 737. E a gente descobriu que, mesmo sem asas, poderia voar. Mas a grande complicação foi quando a gente percebeu que poderia ir sem data para voltar.

E assim começaram a surgir os corajosos que deixaram suas cidades de fome e miséria para tentar alimentar a família nas capitais, cheias de oportunidades e monstros. Os corajosos que deixaram o aconchego do lar para estudar e sonhar com o futuro incrível e hipotético que os espera. Os corajosos que deixaram cidades amadas para viver oportunidades que não aparecem duas vezes. Os corajosos que deixaram, enfim, a vida que tinham nas mãos, para voar para vidas que decidiram encarar de peito aberto.

A vida de quem inventa de voar é paradoxal, todo dia. É o peito eternamente divido. É chorar porque queria estar lá, sem deixar de querer estar aqui. É ver o céu e o inferno na partida, o pesadelo e o sonho na permanência. É se orgulhar da escolha que te ofereceu mil tesouros e se odiar pela mesma escolha que te subtraiu outras mil pedras preciosas.

E começamos a viver um roteiro clássico: deitar na cama, pensar no antigo-eterno lar, nos quilômetros de distância, pensar nas pessoas amadas, no que eles estão fazendo sem você, nos risos que você não riu, nos perrengues que você não estava lá para ajudar. É tentar, sem sucesso, conter um chorinho de canto e suspirar sabendo que é o único responsável pela própria escolha. No dia seguinte, ao acordar, já está tudo bem, a vida escolhida volta a fazer sentido. Mas você sabe que outras noites dessa virão.

Mas será que a gente aprende? A ficar doente sem colo, a sentir o cheiro da comida com os olhos, a transformar apartamentos vazios na nossa casa, transformar colegas em amigos, dores em resistência, saudades cortantes em faltas corriqueiras?

Será que a gente aprende? A ser filho de longe, a amar via Skype, a ver crianças crescerem por vídeos, a fingir que a mesa do bar pode ser substituída pelo grupo do whatsapp, a ser amigo através de caracteres e não de abraços, a rir alto com HAHAHAHA, a engolir o choro e tocar em frente?

Será que a vida será sempre esta sina, em qualquer dos lados em que a gente esteja? Será que estaremos aqui nos perguntando se deveríamos estar lá e vice versa? Será teste, será opção, será coragem ou será carma?

Será que um dia saberemos, afinal, se estamos no lugar certo? Será que há, enfim, algum lugar certo para viver essa vida que é um turbilhão de incertezas que a gente insiste em fingir que acredita controlar?

Eu sei que não é fácil. E que admiro quem encarou e encara tudo isso, todo dia.

Quem deixou Vitória da Conquista, São José do Rio Preto, Floripa, Juiz de Fora, Recife, Sorocaba, Cuiabá ou Paris para construir uma vida em São Paulo. Quem deixou São Paulo pra ir para o Rio, para Brasília, Dublin, Nova York, Aix-en-provence, Brisbane, Lisboa. Quem deixou a Bolívia, a Colômbia ou o Haiti para tentar viver no Brasil. Quem trocou Portugal pela Itália, a Itália pela França, a França pelos Emirados. Quem deixou o Senegal ou o Marrocos para tentar ser feliz na França. Quem deixou Angola, Moçambique ou Cabo Verde para viver em Portugal. Para quem tenta, para quem peita, para quem vai.

O preço é alto. A gente se questiona, a gente se culpa, a gente se angustia. Mas o destino, a vida e o peito às vezes pedem que a gente embarque. Alguns não vão. Mas nós, que fomos, viemos e iremos, não estamos livres do medo e de tantas fraquezas. Mas estamos para sempre livres do medo de nunca termos tentado. Keep walking.”

Have a good night!

TODAY'S OUTFIT #596 - PARIS

Créditos:

Chapéu: Barbísio 

Óculos: Dior

Terno: Gant 

Regata: H&M

Cinto: Gant

Sapatos: Raphael Steffens (compre aqui

Maleta: Merci

Pulseiras Turquesa e Onix: Mônica Caetano

Riviera: Priya

Pulseira olho grego: LeMi

Pulseira couro: Antonio Bernardo

Pulseira cruz: Pianegonda

Anéis: acervo 

Fotos/Photos: Arthur Vahia

PS.: Follow me on Facebook + Twitter + Instagram + Pinterest

parisSELO

25 DE junho DE 2015 | BKFWTOUR, Today's Outfit | NO COMMENTS

Hi, Buddies,

Eita look que fez sucesso, viu!

O terno “azul piscina” que o Ricardo Almeida fez especialmente para o BKFWTOUR foi muito, muito, muito fotografado. Saiu em todas os sites das GQs do mundo, entre elas Itália, França, México, Inglaterra…. Nas GQs China e Estados Unidos, cheguei a ficar na home. Uhuuu!

Bom demais, né?

Minha ideia para o look foi pensar em cores que fossem de encontro com este azul. Por isso, optei por acessórios roxos e um tênis branco. Essas cores deram harmonia e conseguiram deixar a produção “up to date”.

Não te muito segredo.

É isso!

😉

TODAY'S OUTFIT #595 - MILÃO

Créditos:

Óculos: Dior

Terno: Ricardo Almeida

Gravata: Tombolini

Lenço de bolso: Ricardo Almeida

Camisa: Ricardo Almeida 

Tênis: Cos

Bolsa: Hermès

Pulseiras Turquesa e Onix: Mônica Caetano

Riviera: Priya

Pulseira olho grego: LeMi

Pulseira couro: Antonio Bernardo

Pulseira cruz: Pianegonda

Anéis: acervo 

Fotos/Photos: Arthur Vahia

PS.: Follow me on Facebook + Twitter + Instagram + Pinterest

milanoSELO

23 DE junho DE 2015 | BKFWTOUR, Today's Outfit | NO COMMENTS

Hi, Buddies,

Este look foi do último dia de Pitti Uomo!

Nossa, foi uma correia só… Acordei cedo para tentar passar pelo menos nos principais estandes da feira e gravar bastante conteúdo pra vocês. Nesta temporada não haviam tantas novidades, mais uma continuação do que já vinha sendo proposto.

Os destaques foram: a cor azul, a cor branca – tanto nos acessórios quanto nos looks – listras na vertical, e a mistura de alfaiataria com estampas florais. Claro, além da alfaiataria mais relaxada.

Meu look segue uma proposta que parecer ter vindo para ficar, a mistura de alfaiataria com outerwear. Escolhi um colete acolchoado bem esportivo para fazer a sobreposição ao blazer. O único problema foi que estava bem quente e, por isso, passei calor. Rs…

Bom, além disso, optei por três cores que conversam muito bem, cinza, verde bandeira e roxo. E, para terminar, bermuda alfaiataria ao invés da tradicional calça e tênis monocromático. O resultado ficou legal e vocês conferem abaixo.

É isso!

😉

TODAY'S OUTFIT #594 - FLORENÇA

Créditos:

Óculos: Dior

Colete: Uniqlo

Blazer: Gant

Camisa: Dudalina 

Bermuda: Gant

Tênis: adidas Originals

Bolsa: Burberry

Relógio: IWC Watches

Pulseiras Turquesa e Onix: Mônica Caetano

Riviera: Priya

Pulseira olho grego: LeMi

Pulseira couro: Antonio Bernardo

Pulseira cruz: Pianegonda

Anéis: acervo 

Fotos/Photos: Arthur Vahia

PS.: Follow me on Facebook + Twitter + Instagram + Pinterest

SELO FLORENÇA SS16

23 DE junho DE 2015 | BKFWTOUR | NO COMMENTS

valentinoLIVE

21 DE junho DE 2015 | BKFWTOUR, Today's Outfit | NO COMMENTS

Hi, Buddies,

Como estava dizendo no post anteriors, somado a história do street style, ainda tem o fenômeno chamado rede social. Este também impulsionou o movimento, já que todo mundo quer postar fotos bem vestido, com um look legal e mostrar que tem um lifestyle bacana.

É engraçado pensar que o smartphone seja capaz de mudar o comportamento do homem contemporâneo. Mas é. E o que tenho observado é que no Brasil, mesmo que os homens ainda não tenham uma cultura de moda, este fenômeno também esta ganhando força.

Isso é extremamente animador, já que muitos, mesmo ainda vivendo numa cultura machista e paternalista, já estão começando a enxergar a moda como uma aliada, e não como uma inimiga.

Expertos estes homens, que sairão na frente e poderão constatar que, de fato, nosso melhor “cartão de visitas” é a nossa imagem.

É isso!

Have a nice day!

TODAY'S OUTFIT #593 - FLORENÇA

Créditos:

Chapéu: Barbisio

Óculos: Dior

Terno: VR

Camisa: Dudalina 

Camélia: Chanel

Sapatos: acervo

Bolsa: Fendi

Relógio: IWC Watches

Pulseiras Turquesa e Onix: Mônica Caetano

Riviera: Priya

Pulseira olho grego: LeMi

Pulseira couro: Antonio Bernardo

Pulseira cruz: Pianegonda

Anéis: acervo 

Fotos/Photos: Arthur Vahia

PS.: Follow me on Facebook + Twitter + Instagram + Pinterest

SELO FLORENÇA SS16

21 DE junho DE 2015 | BKFWTOUR, Sem categoria | NO COMMENTS

CKLIVE

20 DE junho DE 2015 | BKFWTOUR, Today's Outfit | NO COMMENTS

Hi, Buddies,

Este sim foi meu primeiro look de Florença. Com uma pegada navy, graças ao blazer, resolvi fazer uma brincadeira com as listras, que acabou ficando bastante interessante, principalmente na foto.

Bom, na Pitti Uomo, menos não é mais. Todos os homens que frequentam a feira capricham no look e, principalmente, nos acessórios. Tudo é pensado nos mínimos detalhes, até mesmo o modo como eles fumam. Isso faz render clicks para os mais diversos sites de street style do mundo.

Pode parecer bobagem, mas muito desta transformação que esta acontecendo no modo como os homens se vestem principalmente nos grandes marcados globais, como a Ásia, está completamente relacionada na influência e no impacto que o street style masculino causa nos designers de marcas do mundo todo. Hoje em dia, o street style ganhou peso de passarela. Muitas publicações dão mais importância – e até mesmo páginas – para este fenômeno do que para o catwalk em si.

Somado a isso, coloque mais um ingrediente: redes sociais. Mas esse assunto eu comento no outro post pois preciso correr para o desfile da Versace.

É isso!

Have a nice day!

TODAY'S OUTFIT #592 - FLORENÇA

Créditos:

Chapéu: Zara

Óculos: Dior

Blazer: Zara

Gravata: Gant

Lenço de bolso: Zara

Camisa: Dudalina 

Calça: Tombolini

Sapatos: Vivienne Westwood 

Bolsa: Montblanc

Relógio: Cartier

Pulseiras Turquesa e Onix: Mônica Caetano

Riviera: Priya

Pulseira olho grego: LeMi

Pulseira couro: Antonio Bernardo

Pulseira Senhor do Bonfim: Carlos Rodeiro Joalheiros

Pulseira cruz: Pianegonda

Anéis: acervo 

Fotos/Photos: Arthur Vahia

PS.: Follow me on Facebook + Twitter + Instagram + Pinterest

SELO FLORENÇA SS16